O VELHO, O JOVEM E O BURRO


Um velho viajava com um jovem e com um burro. O burro era conduzido por uma corda.

Quando estavam chegando a uma cidade, um grupo de crianças, no caminho da escola, começou a rir e a caçoar deles: " Que tontos! Vão à pé e o burro, cheio de saúde, anda sem fazer nenhuma força! Pelo menos o velho poderia montar o burro".

O velho então disse para o jovem: "Logo estaremos entrando na cidade e se não fizermos o que as crianças sugeriram, as pessoas vão caçoar de nós". Então o velho montou no burro e o jovem continuou a pé.

Mais adiante, pessoas de um grupo disseram: "Vejam! O velho está montado no burro e o pobre rapaz vai caminhando. O velho pode caminhar e o rapaz é que deveria estar montado no burro! Que absurdo!". O velho passou a andar, enquanto o rapaz seguiu montado no burro.

Encontraram mais adiante outras pessoas que disseram: "Que rapaz arrogante! O velho deve ser o seu pai ou seu professor e está andando, enquanto ela vai montado. Isso é contra as regras!" Decidiram que ambos montariam o burro.

Pouco tempo depois, novas pessoas disseram: "Vejam esses dois! Que agressão contra o pobre do burro! Seria melhor que levassem o burro nas costas pois ele parece estar quase morrendo".

De novo discutiram o assunto e acharam melhor adotar o comportamento das pessoas locais para que não parecessem idiotas. Arrumaram um bambú, penduraram nele o burro e colocaram as pontas do bambú sobre seus ombros e seguiram. Logo começaram a atravessar uma ponte na entrada da cidade. O burro tentou se rebelar, como fazem os burros, que não podem ser forçados facilmente, tentou escapar, porque achava aquela situação ridícula. Mas teve que se render pela pressão dos dois homens.

Bem no meio da ponte, várias pessoas se juntaram em volta dos viajantes dizendo: "Vejam que malucos! Nunca vimos idiotas tão grandes! Um burro é para ser montado e não carregado nos ombros. Vocês ficaram loucos?"

A multidão foi aumentando e o burro ficou tão agitado que saltou e caiu da ponte, tombando no rio e morrendo.

O velho e o rapaz desceram até o burro morto. Aí o velho disse ao rapaz: "Como esse burro, você vai morrer se ficar escutando o que os outros dizem, porque existem milhões de outros, cada qual com sua opinião. Jamais chegará a seu destino se não permanecer indiferente às diversas opiniões sobre o caminho que que você deve seguir, o caminho para o centro de seu mais íntimo ser".

História Sufi

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>