A FORMIGA E A CIGARRA.


Durante todo o ano a formiga trabalhou incansávelmente catando e levando para sua casa uma quantidade enorme de alimentos. Quando o inverno chegou a sua despensa estava abarrotada de provisões.

Bem próximo da laborosa formiga vivia uma cigarra. Ela passou todo o verão cantando e quando chegou o inverno não tinha juntado coisa alguma que a pudesse sustentar. Encontrava-se na mais absoluta miséria.

O inverno seguia rigoroso e a cigarra se encontrou numa situação crítica. Estava morrendo de fome. Ela então tomou uma decisão e foi até a casa da formiga e suplicou para que esta lhe desse alguma coisa. Argumentou que poderia ser algo que estava sobrando, pois a formiga tinha juntado muito. Finalmente implorou, de mãos postas, que pelo menos a formiga lhe emprestasse um pouco, o que ela prometeu pagar com juros, fossem quais fossem.

A formiga, cuja índole é de não emprestar nada, perguntou à cigarra: "O que você fez durante o tempo bom? Porque você não se previniu e trabalhou?

"Eu passei cantando todo o verão, pois estava fazendo muito calor que impediu que eu trabalhasse", respondeu a cigarra.

"Ah! É? Passou o verão cantando! Pois agora dance...

Adaptação de texto por Carlos Paiva

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>