NADA NA MÃO


Uma noite, quando estava dormindo, Nasrudin sonhou que estava num bar e um homem lhe oferecia nove piastras pelo seu turbante.

— É muito pouco, — respondeu o hoja — quero dez.

Nesse momento ele acordou.

Vendo que não tinha nenhum dinheiro na mão, Nasrudin fechou os olhos depressa e disse:

— Me dê logo as piastras. Eu faço por nove.



 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>