A RECOMPENSA DAS RÃS


Um homem que passava viu Nasrudin jogando dinheiro numa lagoa, e perguntou-lhe por que estava fazendo aquilo.

— Eu vinha montado no meu burro margeando a lagoa. Quando chegamos exatamente neste ponto, o burro escorregou e começou a deslizar ribanceira abaixo. Com muita dificuldade ele conseguia se equilibrar mas não seria por muito tempo. Não parecia haver esperança alguma de conseguirmos sobreviver a uma queda feia como aquela. Então, as rãs que estavam na água, e eram muitas, começaram a coaxar em um volume muito alto, assustando o burro. Com o susto, ele encabritou e assim conseguiu firmar as patas na encosta e se salvar. É claro que desta forma me salvei também — explicou Nasrudin.

— Você não acha que as rãs devem ser recompensadas por nos ter salvo a vida? — perguntou Nasrudin.

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>